Blog do Flávio Pereira da Cérebro & Comunicação
Celulares 8525-1140 9228-5754 8739-1797 9768-2049

Oratória & Ética

Publicado em Oratória & Comunicação

Veja os Comentários

sem-titulo-2Você acha que o ex-presidente Bush foi ético nos seus discursos sobre a guerra no Iraque? Os políticos são éticos nos discursos?

A ética deve ser observada pelo orador, seja ele de qual profissão for.

Ética é o estudo dos juízos, valores e princípios referente à conduta humana, do ponto de vista do que é certo e errado. Na ética estuda-se o que é o bem, o que é mal, o que é a verdade, o que é ser honesto, o que é adequado.

A ética profissional está voltada para as profissões. Exemplos: ética dos médicos, engenheiros, advogados e administradores.

 

Veja a seguir comportamentos antiéticos que devem ser evitados pelo orador:

1. Exercer a oratória com parcialidade e deslealdade.

2. Ao ser indagado e não sabendo a resposta, enrolar ou mentir.

3. Divulgar informações ou fazer comentários que prejudiquem pessoas e organizações.

4. Criar histórias falsas, espalhar boatos, fazer fuxicos sobre pessoas ou empresas.

5. Expor pessoas à situação de maus tratos, humilhação, constrangimentos, ofensas ou abuso de autoridade.

6. Desrespeitar as individualidades: tipo de personalidade, opiniões, jeito de ser.

7. Fazer comentários, ter atitudes preconceituosas ou contar piadas étnicas. Ex.: baiano, português, negro, judeu, gaúcho.

8. Preconceito devido à religião, sexo, estado civil, idade, deficiência física e preferência sexual.

9. Exemplo: falar em público “a fulana é um sapatão”.

10. Fazer piadas sobre obesos, calvos, loiras, etc.

11. Discriminar pela aparência, nível de escolaridade ou recursos financeiros.

12. Aproveitar-se de alguém devido a sua falta de conhecimento, confiança, inexperiência, idade ou ingenuidade.

13. Manipular, perseguir ou vingar-se. Ex.: professor que persegue o aluno; político que se vinga de adversário.

14. Assédio sexual: pressão, insinuações, provocações e cantadas.

15. Assédio moral (violência ou pressão psicológica): zombar, fazer discriminação, isolar a pessoa.

16. Fazer questão de mostrar quem manda e tem o poder.

17. Colocar pessoas umas contras as outras.

18. Passar por cima das pessoas para obter vantagem.

19. Tirar vantagem por estar em situação de liderança.

20. Não admitir que cometeu erros. Colocar a culpa nos outros.

21. Não zelar pela ética profissional. Ex.: oradores médicos, advogados, professores e outros profissionais.

22. Aproveitar a idéia de outras pessoas e dizer que foi sua.

Texto extraído da apostila do nosso curso de Oratória.

 

Flávio Pereira

Mais Opções:

Imprima este artigo (Versão para impressão amigável) Assine nosso RSS Palavras-chave: , , , ,

Comente este texto!






Voltar para o Topo