Blog do Flávio Pereira da Cérebro & Comunicação
Celulares 8525-1140 9228-5754 8739-1797 9768-2049

Oratória & Audiovisuais

Publicado em Oratória & Comunicação

Veja os Comentários

imagemFalar em público exige muito mais do que apenas entender de um assunto e falar sobre ele. O sucesso depende de vários fatores. Um deles é o uso de recursos audiovisuais (RAV). Vantagens dos RAV:

Maior fixação do conteúdo. Facilitar a atenção e o raciocínio dos ouvintes. Focar pontos importantes.
Estabelecer comparações. Facilitar a visualização. Rapidez na aprendizagem. Estímulo ao público.
Roteiro para o orador. Economia de tempo. Valorização da imagem e das idéias do orador.

Cuide para não transferir o impacto da apresentação para os RAV, fazendo-os de muletas. Poderá passar como mero apresentador de textos e figuras. O orador deve usar os RAV para valorizar suas palavras, não para suprimi-las ou tomar o seu lugar. Alguns oradores bombardeiam o público com RAV.  É a imagem do orador, sua postura, fisionomia, gestos e a forma de interagir com o público que vão garantir o êxito da palestra. Os RAV servem apenas como coadjuvantes. Eles são meios e não fins em si mesmos. Nenhum RAV deve substituir o talento do orador. O melhor RAV é o próprio orador! Veja a seguir alguns RAV:

Projetores multimídia
Quadro-de-giz  ou branco
Flip chart
Ilustrações
Gráficos
Folhetos
Filmes
Tabelas
Fluxogramas
Desenhos
Músicas
Mapas
Modelos
Maquetes
Objetos
Cartazes

Ao usar RAV você precisa pesquisar com antecedência: 1. Público – alvo: faixa etária, número de participantes, expectativas, escolaridade. 2. Ambiente: tamanho, condições técnicas para uso dos RAV, RAV disponíveis e condições dos mesmos.

A pesquisa serve para nos guiar e responder às seguintes questões: QUAIS os RAV que posso usar? COMO devo produzir os RAV? QUANDO devo apresentá-los?  ONDE devo posicioná-los? As dimensões da sala são boas? Como conseguir a atenção da platéia? QUANTO da carga horária da palestra devo usar com os RAV? QUEM devo impressionar com os RAV? QUE tipo de perguntas as pessoas me farão e como os RAV podem auxiliar?

O uso inadequado de RAV pode prejudicar seriamente uma apresentação.  Certifique-se de que os RAV adicionam valor a ela. Não os use apenas para preencher o tempo. Faça um misto: orador fala, uso de RAV, orador fala, uso de RAV, e assim por diante. Ao fazer o esboço da sua palestra, crie a estratégia da apresentação, fixe em qual ponto vai inserir os RAV e quais deles darão maior impacto.

Pergunte-se: os RAV que utilizarei são compreensíveis? Os RAV são profissionais ou dão a idéia de serem feitos por estudante primário? Os RAV foram idealizados para o nível das pessoas que assistirão minha palestra?  Preciso realmente deste ou daquele RAV? Poderei substituir os RAV imediatamente por outra alternativa de persuasão, caso ocorram problemas técnicos? Os RAV foram organizados na melhor seqüência?

NÃO USE  RAV  QUANDO:

A relação custo / benefício impede.
Só para imitar outros oradores.
Substituir informações que podem ser ditas verbalmente.
Não planejar e treinar seu uso.

Familiarize-se ao máximo com o Recursos Audiovisuais (RAV). Faça simulações de uso. Ao treinar a fala da sua palestra, pratique ao mesmo tempo o uso do RAV. Sincronize-os.  Se algo sair errado com o RAV, tenha um plano alternativo para ser usado imediatamente. Ex.: projetor multimídia estragou. Peça um pequeno intervalo para resolver o problema e siga em frente.  Do contrário use o plano alternativo: quadro ou flip chart. Disponha sempre de outros recursos, temas, exercícios, para apresentar. Treine o uso do plano alternativo. Mantenha a sala limpa. Elimine distrações. Organize seus RAV pela ordem de apresentação. Tenha RAV reservas. Tudo o que pode dar problemas. RAV são ótimos para oradores novatos, que não estão muito confiantes em si mesmos, ou para oradores eventuais. Lembre: o melhor RAV é você mesmo. Sua postura, voz, gestos, valem mais que qualquer RAV artificial. Os RAV não substituem você.

Os ouvintes são mais receptivos quando encontram um local confortável, bem equipado e organizado. O orador deve ser uma pessoa muito cuidadosa com o funcionamento dos equipamentos. Deverá dominar todos os aparelhos e usá-los com elegância e segurança. Não confie na sorte. Há muitos detalhes a serem verificados. É a sua competência que está em jogo. Chegue duas horas antes do início da palestra, para verificar se está tudo em ordem. Use uma lista de verificação de itens previamente organizados. Evitará problemas futuros.

Texto extraído da apostila do nosso curso de Oratória.

 

Veja também curso de oratória em CDs.

 

Veja outros artigos sobre Oratória & Comunicação.

 

Um abraço,

 

Flávio Pereira

Mais Opções:

Imprima este artigo (Versão para impressão amigável) Assine nosso RSS Palavras-chave: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comente este texto!






Voltar para o Topo