Blog do Flávio Pereira da Cérebro & Comunicação
Celulares 8525-1140 9228-5754 8739-1797 9768-2049

Concentração nas Aulas

Publicado em Leitura Dinâmica & Memorização

Veja os Comentários

teacherCONCENTRAÇÃO NAS AULAS

Se você tivesse uma professora como a da foto se concentraria nas aulas? Com certeza sim! Mas se não tiver pelo menos aprenda algumas dicas para manter a concentração. Enquanto o professor faz as explicações procure ser objetivo tentando responder as perguntas: o que? Onde? Quem ? Como? Por que? Para que?  Qual a utilidade desta informação? Onde posso aplicá-la? O que eu ganho com ela? Qual a importância da informação? Elas ajudam a criar foco e a raciocinar. Ao estudar é importante raciocinar sobre o que está lendo ou escutando. Muitos alunos pensam que raciocinam mas tudo é feito de forma superficial, apressada e distraída. Após uma etapa de estudo, PARE E REFLITA sobre o que estudou fazendo perguntas, envolvendo-se, refletindo. A isto se dá o nome de leitura ativa ou significativa. Após a reflexão encontre a essência, crie imagens – gatilhos, use uma técnica de memorização e finalmente faça as revisões.

 Outro meio é de manter a concentração é descobrir o valor prático do assunto. O cérebro não distingue o que tem valor ou não. É a nossa consciência que informa para ele o valor. A arte da concentração está em saber descobrir valor e informar ao cérebro, o que exigirá de você raciocínio e criatividade. Além de memorizar você fica mais inteligente porque está desenvolvendo estas duas importantes capacidades. Então memorizar não é apenas levar para o cérebro uma massa de informações. Envolve todo um trabalho intelectual e é cumulativo. Quanto mais aprende, mais raciocina e cria, mais gera valor.

 Você também não deve dizer para o cérebro que uma matéria é “ruim”, “chata”, “difícil”, simplesmente porque ele vai registrar estes conceitos, aceitar isto como verdade e divagará enquanto estudar tal matéria. É como se dissesse: “se é chata eu desligo.” O que você deve fazer é encontrar o valor da matéria e torná-la útil, interessante. Ao criar imagens, formular estórias animadas com VINABE, buscar valor, mesmo assuntos complicados tornam-se atrativos. Para criar imagens e estórias vai precisar de concentração. Uma coisa puxa a outra. O interesse, a valorização, é algo que deve ser desenvolvido.  Ao informar o cérebro que um assunto é complicado estará criando bloqueios que limitam o raciocínio, a criatividade e a memorização. O cérebro vai agir sempre pelo seu comando. Ele não pensa, a sua consciência é que pensa. Quem comanda é ela. O cérebro não sabe porque gosta ou não de uma coisa. Você é que informa-o e dá as ordens e ele vai encaminhar a informação para a sua memória. Quando você usa a criatividade e transforma uma matéria “chata ” em algo atrativo facilita o trabalho do cérebro ( = concentra-se mais )  porque rendemos mais quando fazemos algo agradável ou que interessa. Se algo é interessante focamos nossa atenção. O segredo de aprender bem é enviar para o cérebro informações positivas, estimulantes. Assim tudo funcionará sem grande esforço, pois nossa mente faz melhor aquilo que gosta. Envie informações positivas para o cérebro e ele ficará concentrado!

Atenção ! Quando falamos em concentração não queremos dizer que você deve forçar o cérebro. O que é forçado gera estresse e desgaste. Isto é tudo o que você não deve sentir. Quem gosta de trabalhar ou estudar forçado? O cérebro naturalmente se dispersa, portanto é necessário dar a ele algo de interessante para que se concentre facilmente e não forçosamente. Se visualizar imagens interessantes, concretas, definidas, como se estivesse vendo de verdade ele acredita e foca naturalmente no assunto. Claro que você deve ir treinando aos poucos até conseguir criar imagens sem fazer esforço maior. Torne um hábito o ato de transformar coisas difíceis em interessantes. Não é da noite para o dia que vai conseguir criar imagens rapidamente. No começo as coisas são mais difíceis. Concentração não requer esforço mental como todo mundo acredita. Quando estamos interessados em algo de verdade podemos estar em meio a barulhos ou pessoas conversando que não atrapalha nosso foco de atenção. Então o que você precisa mesmo é saber criar interesse nas matérias da escola.

Texto extraído da apostila do nosso curso de Memorização. Cite a fonte nos seus trabalhos.

Mais Opções:

Imprima este artigo (Versão para impressão amigável) Assine nosso RSS Palavras-chave: , , , , , , , , ,

3 Comentários | Comente!

  • 1

    cristiane | 06/07/2009 às 9:32

    Eu amei ler este texto, mas estou sofrendo muito eu quero aprender raciocinar , focar minha atenção, diminuir minhas dificuldade e principalmente me consentrar em leituras e apostilas de cursos que faço estou tentando mudar a mais de 10 anos e naõ estou conseguindo.Me ajudem por favor.

  • 2

    Regiane | 14/07/2009 às 13:24

    Gostei muito do texto e o curso de memorizaão esta sendo muito bom, parabens.

  • 3

    adilson | 10/01/2012 às 11:14

    olha adorei!

Comente este texto!






Voltar para o Topo