Blog do Flávio Pereira da Cérebro & Comunicação
Celulares 8525-1140 9228-5754 8739-1797 9768-2049

Linguagem = Poder

Publicado em Controle Mental

Veja os Comentários

A Programação neurolingüística ( PNL ) foi criada por Richard Bandler e John Grinder.

 ca8atryo

 Richard Bandler

 

 

  

johngrinderJohn Grinder

 

 

A PNL ensina a programar o cérebro através de vários tipos de linguagem: oral, escrita, pensamentos, emoções, imagens, âncoras ( apoios ), expansão dos sentidos ( visão, audição, etc. ) e reenquadramento. Veja a seguir exemplos de programação através da linguagem: verbal + corporal + emocional.

Linguagem negativa: “Sou um fracasso” + andar de cabeça para baixo + tristeza
Uma pessoa que utiliza a linguagem negativa aumenta suas chances de fracassar.
Linguagem da PNL: “Posso melhorar meu desempenho” + andar de cabeça erguida + autoconfiança.
A linguagem adequada ou linguagem da mudança rompe os padrões negativos e fortalece os positivos.

LINGUAGEM DA MUDANÇA. O poder das palavras.

Leia a primeira coluna, depois a segunda, em seguida observe os números ao final de cada frase e vá até a legenda ao final da tabela. Leia a primeira coluna, depois a segunda, em seguida observe os números ao final de cada frase e vá até a legenda ao final da tabela.

FORMA ERRADA DE FALAR    
Linguagem que limita ou estressa.
FORMA CORRETA DE FALAR
Linguagem que liberta e transforma.
“Tudo está sempre dando errado”.
“Sempre fui cabeça dura”.
“As coisas podem melhorar”.  1
“Serei uma pessoa mais receptiva”. 1
“Não consigo me concentrar nos estudos”. “Eu não sou competente”. “Posso melhorar a minha concentração nos estudos”. 2
“Eu posso ser competente”.  2
“Nosso relacionamento está se deteriorando”. “Farei algo para nosso relacionamento melhorar”.  3                                                         
“Tenho péssima memória”. “Minha memória está melhorando”.  4             
“Não vou mais errar.”
“Não quero ser mais pessimista”.
“Vou acertar na próxima vez.”  5                                            
“Sinto-me autoconfiante a cada dia.”  5
“Vou tentar fazer.”
“Farei isso.”  6                                                                                                       
“Nunca gostei dessa matéria”.
“Minha vida foi sofrida”.
“Estou começando a gostar dessa matéria”.  7           
“Minha vida vai melhorar”. 7                                                             
“Eu  (  devo / preciso ) fazer isso”. “Eu quero ( posso ) fazer isso.” 8
“Gostaria de comprar uma casa nova”. “Vou comprar uma casa nova no valor de R$ 300.000,00”  9
“Gostaria de ser mais inteligente”. “Estou me preparando para ser mais inteligente”. 10

 LEGENDA
1. Use expressões que indiquem que as coisas podem potencialmente melhorar.
2. Evite a palavra não ou qualquer tipo de negativismo. Procure ser positivo. Substitua o “Não” por  “Posso” ou outra expressão libertadora. “Posso”  é uma linguagem que gera possibilidade, maior motivação e liberdade de escolha.
3. Proponha uma ação futura para sair da situação ruim.
4. Use verbos no gerúndio: melhorando, conseguindo, etc. A mudança está no início ou em curso.
5. Fale o que deseja e não o que não quer. Substitua o “não” por outra palavra ou expressão.
   Quanto mais usar o “não” na sua vida mais ela ficará negativa.
6. “Vou tentar” indica possibilidade de falhar. Substitua “vou tentar” por algo afirmativo ou positivo.
7. Evite preocupações com o passado, é no presente e no futuro que você deve concentrar sua atenção. Não importa o quanto de negativo já foi, o poder está no presente e no futuro. Quando você pensa de modo derrotista a tendência é que isto venha a acontecer. É como diz na bíblia: “Todos os meus temores se realizaram e aquilo que eu mais temia aconteceu.”
8. “Devo”, “preciso”, pressupõe obrigação orientada por algo externo. “Quero” indica que você tomou a decisão.
9. Use uma linguagem clara. Uma obra de engenharia será bem executada quando o empreiteiro recebe um projeto claro e detalhado. O PCM funciona bem quando você usa uma linguagem exata, nítida, simples, com detalhes e completa. O começo de tudo é criar as palavras certas.
Evite linguagem generalista.
10. Evite verbos no futuro do pretérito ( “Gostaria”, “Seria” ) porque não são firmes na intenção.
Use verbos no presente ou gerúndio porque colocam você em processo de mudança.

Este texto foi extraído da apostila do nosso curso de Controle Mental.

Flávio Pereira

Mais Opções:

Imprima este artigo (Versão para impressão amigável) Assine nosso RSS Palavras-chave: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comente este texto!






Voltar para o Topo