Blog do Flávio Pereira da Cérebro & Comunicação
Celulares 8525-1140 9228-5754 8739-1797 9768-2049

Controle Mental

Publicado em Controle Mental

Veja os Comentários

gehirnneupa_dw_wiss_220398gQuando você inicia o Programa de Controle Mental (PCM) sugere ao seu cérebro uma nova programação. Você passa a ser senhor do próprio destino. Não precisará mais de dogmas, crenças, crendices, superstições e se vincular a ideologias religiosas. Um ser superior, evoluído, maduro não precisa de gurus. Ele constrói o próprio caminho. Você ainda não é aquilo que programou. Isto não significa que está enganando ou mentindo para você.

 

Está iniciando um processo de mudança e precisa dar um passo inicial, dizendo à sua mente o que deseja ser.  Você sabe que é capaz ou potencialmente capaz. Exemplo: você é muito nervoso e quer ser calmo. Quando dá o comando “Sou uma pessoa calma”, não está se enganando porque potencialmente é uma pessoa calma, quer dizer, poderá vir a ser o que deseja. Você tem o potencial para ser calmo.

Uma pessoa doente tem o potencial para ser saudável. Uma pessoa pobre tem o potencial para ser rica. Primeiro você diz para o cérebro o que deseja ser ou fazer, depois ele passa a trabalhar para você atingir seu objetivo. O subconsciente aceita o que lhe é dito, quando a mensagem é repetida e tem força suficiente, porque uma nova verdade está a caminho. Você sabe que ainda não conseguiu o que quer, mas sabe também que poderá conseguir.

O PCM vence o antigo programa que não era o verdadeiro. Você se enganava quando aceitava a antiga programação falsa. Ela dizia que você não era capaz, com o PCM você aprende que pode ser capaz. Na verdade você já é capaz, mas ainda não se mobilizou.

Com o PCM você neutraliza as verdades aparentes -“Sou incapaz” – e passa a processar verdades potenciais ou inatas – “Sou capaz”. O PCM usa o processo básico, natural e verdadeiro do cérebro só que de uma forma mais organizada e consciente. O cérebro aceita como verdade aquilo que você decide que é verdade. Nós não nascemos com uma programação, nós a adquirimos.  Aprendemos a aceitar certas “verdades” como as de que somos inseguros, pessimistas, incapazes ou não criativos. Isto pode ser mudado com as verdades potenciais.

Para você não enganar seu cérebro programe-o com objetivos realistas, viáveis.

Entretanto nada impede que o programe com grandes metas ou até sonhos que para muitos são impossíveis. Não podemos fechar a porta para um projeto ou uma sorte grande só porque alguém disse que uma coisa é impossível. Já imaginou se os inventores, os cientistas e as pessoas que tem fé pensassem nas limitações do ser humano e não fizessem nada? Não teríamos o avião, os foguetes, os robôs, os equipamentos sofisticados da medicina, os computadores, as vacinas e os milagres. Quando você usa o PCM não está enganando a si mesmo, está corrigindo um erro de programação do passado. Se no passado foi programado para ser limitado, programar-se-á agora para ser poderoso e quebrar as barreiras do condicionamento social e pessoal.

 

  Texto extraído da apostila do nosso curso de Controle Mental /Programação Neurolingüística (PNL)

 

  Veja também curso de Controle Mental /Programação Neurolingüística (PNL) em CDs

 

  Veja outros artigos sobre controle da mente e neurolingüística.

 

  Um abraço,

 

 Flávio Pereira

Mais Opções:

Imprima este artigo (Versão para impressão amigável) Assine nosso RSS

Comente este texto!






Voltar para o Topo