Blog do Flávio Pereira da Cérebro & Comunicação
Celulares 8525-1140 9228-5754 8739-1797 9768-2049

Cérebro & Sorte (1)

Publicado em Controle Mental

Veja os Comentários

sortudoO Programa de Controle Mental (PCM) promove a sorte? Posso mudar meu destino?

Pode aumentar a sorte na medida em que você cria mais condições favoráveis: sendo mais organizado, administrando melhor o tempo, desenvolvendo a inteligência emocional, procurando novas alternativas, enxergando o lado positivo das adversidades e saindo da sua zona de conforto. Tudo isto você aprende a ativar no PCM.

Com o PCM posso me programar para ganhar na loteria?

Você pode atrair coisas boas com o pensamento positivo e coisas ruins com o pensamento negativo. Com o PCM você aprenderá a programar o cérebro só com coisas positivas. Portanto, se programar o cérebro para ganhar na loteria poderá aumentar suas chances. Negar o efeito do PCM é o mesmo que negar a fé. Muitas curas na medicina e acontecimentos são explicados apenas com a intervenção da fé. A pessoa acredita e acontece.  Se você tem fé você pode conseguir, se pratica o PCM, você pode conseguir. Mas a força da fé ou do pensamento positivo é apenas mais um ingrediente do PCM. Veja a fórmula abaixo:

 PCM = planejamento + organização pessoal + estado alfa cerebral (1) + música relaxante + frases se comando (ativadores) + rima (2) + enquadramento positivo (3) + âncoras sensoriais (4) + inteligências desenvolvidas (5) + terapias complementares (6) + ação + persistência + fé. 

(1) obtido com meditação e relaxamento.
(2) clique aqui e saiba mais.
(3) ver o lado bom das adversidades.
(4) ex.: visualizar mentalmente o que deseja.
(5) ex.: inteligência emocional = autocontrole das emoções.
(6) ex.: acupuntura.

 O PCM não é pensamento positivo apenas!

 Pode acontecer um verdadeiro milagre com o PCM?

Para ganhar na loteria você precisa ter dinheiro, jogar e ter sorte. Milagre é você não jogar e encontrar na rua um bilhete perdido. Milagres acontecem. O importante é você manter todos os canais abertos, deixar de ser cético e acreditar que tudo nesta vida pode acontecer. Não se trata de ser ingênuo, de acreditar em qualquer coisa, mas de não fechar as portas. O PCM ajuda você a manter as portas abertas e também a ser prudente para não enganar a si mesmo ou ser enganado pelos outros.

 Não estaria agindo fora da realidade, me alienando, ao me programar só com mensagens positivas? Já vimos que o PCM não é só pensamento positivo. O PCM é um método realista e inteligente. Não propõe programações ingênuas ou fantasiosas. O mundo já oferece a você uma quota grande de programação negativa, fantasiosa ou curso de “poder da mente”, sem fundamento científico.

Preciso acreditar no PCM para que ele funcione?

Não necessariamente. Acreditando ou não seu cérebro funciona naturalmente gerando programas mentais todo o dia ou reeditando os antigos. Todo seu comportamento é resultado dos muitos programas que seu cérebro assimilou: programa da tristeza, programa da alegria, programa da ação, programa da passividade, etc.

Estes programas operam sem que você precise acreditar neles! Para ser alegre você não precisa acreditar que está alegre, simplesmente o é porque as informações que o cérebro processa fazem você ficar alegre.  Mas você pode dar uma ajuda para o cérebro, facilitando o processamento dos programas. Com o PCM você ajudará o cérebro a gerar programas novos de forma mais consciente e organizada.

Uma coisa é você pensar ocasionalmente “Vou comprar minha casa própria”, outra bem diferente é usar uma linguagem adequada, liberar todo seu potencial e sistematicamente indicar uma direção ao cérebro usando a fórmula que mostramos acima.

Obs.: dizem que gato preto dá azar. Eu não acho. Nem os gatos.

  Texto extraído da apostila do nosso curso de Controle Mental /Programação Neurolingüística (PNL)

 

  Veja também curso de Controle Mental /Programação Neurolingüística (PNL) em CDs

 

  Um abraço,

 

  Flávio Pereira

Mais Opções:

Imprima este artigo (Versão para impressão amigável) Assine nosso RSS Palavras-chave: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

1 Comentário | Comente!

  • 1

    JOSÉ RICARDO SILVA DOS SANTOS | 26/11/2009 às 22:15

    Achei interessante o que pode ser feito com a programação neurolinguistica para conseguir o que
    se deseja,entretanto não existe algo alem disso?

Comente este texto!






Voltar para o Topo